Sindicato aponta ilegalidade em PL de reajuste do Piso do Magistério em Mafra

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mafra – SINDISERV, através da atual presidente Jaqueline Schultz, está divulgando notas nas redes sociais, alertando a classe sobre divergências e supostas ilegalidades no PL 19/2022, que tramita na Câmara.

O PL encaminhado pelo prefeito Emerson Maas, após constantes e intensivas cobranças por parte de vereadores e do Sindicato, via ajustar o Piso dos Professores Municipais, com base na portaria do Ministério da Educação, editada no início do ano.

A maioria dos municípios da região já fez adequação salarial com base no Piso Base Nacional do Magistério.

Veja a seguir Nota do SINDIVER e cópia anexa do PL em pauta na Câmara de Mafra.

 



 

ATENÇÃO PROFESSORES EFETIVOS DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL DE MAFRA
Se o Projeto Lei n. 19/2022, de 24/05/2022, que deu entrada na Câmara de Vereadores, FOR APROVADO teremos nossa carreira achatada *em sete letras*
Pois a *LETRA A* iniciará com o valor de R$ 3.845,63 ( correto piso nacional). E nós efetivos, pelo que consta no “Projeto Lei” que deu entrada na câmara de vereadores, não teremos avanços…. Cadê o cumprimento da META 17 do PNE ???? ( Valorizar profissionais do magistério das redes públicas da Educação Básica, a fim de equiparar o rendimento médio dos demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do 6º ano da vigência deste PNE.)… metas a serem atingidas até o ano de 2024. Por isso o MEC, prevê  percentual de aumento para todo mês de janeiro de cada ano.
Vamos correr atrás de nossos direitos…
Unidos somos mais fortes!!!
SINDISERV
NOTA SOBRE PL magisterio

 

 

previous arrow
next arrow
Slider
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest